seta seta seta seta
João Pereira MONIZ
(1861-)
Amélia dos Reis de PINA
(1869-)
Virgolino dos REIS BORGES
(1861-)
Ana Xavier dos REIS BORGES
(1875-)
José Manuel Pereira MONIZ
(1903-)
Apolinária dos REIS BORGES
(1906-)

Mário Pereira MONIZ ®
(1930-)

 

Relações da família

Cônjuges/Filhos:
1. Elmina Vaz BATALHA ®

Mário Pereira MONIZ ® 1

  • Nascimento: 9 Abr 1930, Ilha de Santiago, Cabo Verde
  • Casamento (1): Elmina Vaz BATALHA ®
  • Óbito: †
imagem

Símbolo  Eventos de relevo na sua vida:

• Testemunho: da filha Rosa, em seu facebook, 13 Dez 2021. Meu pai era um homem de muita fé. A memória que tenho da nossa família era de poucos recursos, vivendo de agricultura, um bocadinho melhorado que o resto da aldeia, porque o meu pai era guarda florestal e tinha um salário.
Apesar disso, meu pai era uma pessoa simples e não era tido em conta nos eventos sociais da época. Minha mãe era e ainda é muito religiosa, mas o meu pai carregava a FÉ com muita convicção.
Houve um ano que, por goso, foi nomeado juiz de Santo António, em Belém. Era tradição a interação da população das duas aldeias ( Belém e Longueira) por ocasião do festejo de Santo António, homens de Longurira eram juizes e mulheres de Belém eram juízas, e esta parceria suportavam a festa.
Eram sempre colocados dois juizes. O par do meu pai aparentemente tinha mais recursos, então quem o colocou juiz, fez com intenção de comparar a desproporção, partindo do princípio que ia humilhar o meu pai.
O meu pai, como homem de FÉ, assumiu para ele que se o Santo António o chamou para servir que ele devia dar o seu máximo, e se assim o fizesse, o santo iria lhe devolver na mesma moeda.
Por altura dessa festa, lingueirão ficava apenas com velhos e crianças. Eu tinha menos de 10 anos e tudo que conto sarecursos da memória. Os jovens e adultos deslocavam-se até o Belém no sábado a tarde e regressavam domingo à noite. Maior parte dos juizes levavam os convidados à p?é atravessando o monte de pico de Antónia, os mais arrojados, comprometiam com um carro e os viajantes pagavam o seu bilhete.
O meu pai decidiu que para servir bem o santo, tinha que alugar um carro e levar os seus convidados sem custos para estes. Lembro dessa história com clareza porque "Didi Gago" um dos residentes de Lingueirão que era convidado do outro juiz, ao perceber que o meu pai ia financiar a viagem, entrou no carro alugado pelo meu pai ao Jorge Eurico, um Toyota vermelho de caixa aberta, com assento para 20 pessoas, coberto por uma loba verde, entrou no carro e jurou não sair, mesmo que viesse o rei.
Em Belém parece também que os convidados do outro juiz teve que ir jantar à casa da juíza do meu pai, porque nesta havia abundância, porque o meu tinha levado um porco é um bodi, ambos grandes e gordos, como mandava a tradição e outro juiz levou um leitão e um cabrito, maledicência que pode estar desvirtuada pela minha memorize mais de 40 anos.
Depois deste evento a nossa vida melhorou significativamente. Mudamos para a cidade e distanciando do resto da aldeia, tanto de ponto de vista de educação como financeiramente. Eu não sei explicar como. Sei apenas que o meu dizia que a sua fé materializou-se.
Não somos ricos. O meu pai diz que por servir Santo António, este olhou para a sua família, abençoando a com mais recursos.
Não existem factos, nem argumentos que podem contrariar essa história, porque são memórias que guardo da fé do meu pai, ele costumava dizer que a FÉ é uma coisa séria e hoje ao ler a frase de Napoleão Hill " todo o pensamento emocionalizado, unido à fé, tende a se materializar", sinto que é isto que aconteceu.
O meu pai teve um pensamento de que servir o santo fazia com que o santo lhe servisse a ele, embebeu esse pensamento de fé e é isso aconteceu, aos meus olhos. A partir daquela festa de Santo António de Belém, a nossa vida nunca mais foi a mesma, foi bem melhor. E creio que continua a ser.
Obrigada pela tua fé meu pai, talvez se não fosse isso, estaria hoje em longueira dos órgãos com uma história totalmente diferente


imagem

Mário casou com Elmina Vaz BATALHA ®, filha de Gustavo BATALHA e Gregória Vaz de PINA. (Elmina Vaz BATALHA ® nasceu a 22 Fev 1932 em São Lourenço dos Órgãos, Santiago, Cabo Verde 3.)


imagem

Fontes


1 compiled by Luís António FARIA; supplied by FARIA, Maio de 2013. Data de reg.: Mai 2013; cópia GEDCOM facultada por
Luís António Martins Pinheiro de FARIA

2 compiled by Luís António FARIA; supplied by FARIA, Maio de 2013. Data de reg.: Mai 2013.

3 DGAE - Direcção Geral da Administração Eleitoral (Cabo Verde - 2004).

Esclarecimentos do administrador deste site genealógico:

1) Por falta de um contacto (ou algumas vezes por descuido), não me foi possível pedir às pessoas a devida autorização para divulgar seus dados e/ou fotos neste site. A estas pessoas apresento desde já desculpas pelos eventuais constrangimentos causados por este procedimento, que não foi por indelicadeza, mas sim e apenas com intuito académico. Assim, aos que não desejariam conceder tal autorização, peço o favor de me contactarem com instruções a respeito (endereço electrónico incluso nesta página).

2) Este site tem também o propósito de recolher dados e correcções que permitirão aperfeiçoar o trabalho de pesquisa pois certamente há de conter imprecisões. Assim, contamos consigo, e se quiser comentar ou solicitar o retiro, acrescento ou a troca de dados, documentos ou fotografias, sinta-se livre para me contactar (e-mail a seguir). Em muitas páginas não se encontram listados todos os filhos da pessoa apresentada. Nada impede de virem a ser paulatinamente acrescentados, à medida que informações fidedignas me forem fornecidas.

3) Em genealogia, os apelidos (sobrenomes) provenientes dos maridos das senhoras casadas, são omitidos nos nomes delas. Uma das razões: não criar dificuldades nas pesquisas em registos de nascimento.

4) Os nomes seguidos de um asterisco (*) são os dos ascendentes diretos de Jorge Sousa Brito. Assim, ao navegar a partir de um nome em linha ascendente e encontrar um nome com (*), saberá que este é dum antepassado comum de JSB e do portador do nome donde partiu.

5) Fotografias originais a branco e preto e/ou degradadas, vão sendo, após tratamentos digitais, paulatinamente substituídas por versões com maior nitidez, tornadas coloridas e restauradas.

6) Nomes seguidos de um ® estão retratados por uma fotografia, uma pintura, um desenho, uma caricatura ou uma escultura de seu portador

7) A todos os que quiserem colaborar na construção desta árvore, convido igualmente a enviar informações, ficheiros e fotos para:

Emailjorsoubrito@gmail.com

Pode procurar outros eventuais nomes nesta árvore utilizando a "box" a seguir:




Início | Sumário | Apelidos | Lista de nomes

Esta página Web foi criada a 23 Nov 2022 com Legacy 9.0 de Millennia