Victorino João Carlos Dantas PEREIRA ®
(1804-1867)

 

Relações da família

Cônjuges/Filhos:
1. Isabel Maria da CONCEIÇÃO

2. Gertrudes Maria Spencer de OLIVEIRA
3. Ana Joaquina FERNANDES

Victorino João Carlos Dantas PEREIRA ® 1

  • Nascimento: 2 Ago 1804, Ajuda, , Lisboa, Portugal 1
  • Companheiros (1): Isabel Maria da CONCEIÇÃO
  • Casamento (2): Gertrudes Maria Spencer de OLIVEIRA em São João Baptista, Ilha Brava, Cabo Verde 1
  • Companheiros (3): Ana Joaquina FERNANDES
  • Óbito: 5 Set 1867, Lisboa, , Lisboa, Portugal com 63 anos de idade 1
imagem

Símbolo  Eventos de relevo na sua vida:

• Categoria / função laboral: a 19 Out 1847 era professor da instrução primária da Escola principal (a data é a de sua nomeação), em Ilha Brava, Cabo Verde. 2 Vencia 417 Reis mensais.

• Em 23 Nov 1847 tinha a patente militar de Tenente de Artilharia 3

• Nota biográfica:,. "Fidalgo cavaleiro da Casa Real, Dantas Pereira nascera, segundo o Portugal: dicionário histórico, em Lisboa, a 2 de agosto. Tendo vivido no Brasil entre 1807 e 1820, voltaria nesse ano à capital portuguesa, onde prosseguiu estudos superiores militares até 1826. Promovido a capitão em 1830, lutou nos Açores integrado nas tropas miguelistas, que saíram derrotadas. Demitido do exército, esteve preso durante quatro anos, seguindo depois para Paris, onde continuou estudos, obtendo o diploma de bacharel em letras. Esteve mais tarde ao serviço do exército espanhol, como capitão de artilharia, e regressou a Portugal em 1839, dedicando-se ao ensino e acabando por ser reintegrado na carreira militar. No final de 1847, seria nomeado professor da escola principal de instrução primária da província de Cabo Verde, que lhe coube inaugurar. A escola estava situada na ilha Brava e Vitorino Dantas exerceu o cargo durante seis anos, até 1854. No ano seguinte, de regresso à metrópole, seria nomeado por D. Pedro V como instalador e diretor da escola que o monarca pretendia instalar no palácio real de Mafra. Inaugurada a 9-XII-1855, a novel Escola Real de Mafra afirmou-se em pouco tempo, destacando-se pela qualidade do seu ensino e tornando-se um importante polo local de cultura. Uma das inovações introduzidas por Vitorino Dantas foi o pensionato de alunos provindos de Cabo Verde que mostrassem inclinação para o magistério: o objetivo era a formação de professores que pudessem depois desempenhar funções nas províncias ultramarinas. Outros aspetos importantes da sua direção foram a introdução de dois níveis de ensino - a instrução primária elementar e a instrução primária superior - e a criação de uma aula noturna. Do ponto de vista pedagógico, Dantas Pereira destacou-se pela publicação de uma seleta: Seleta de leitura corrente para os alunos da aula noturna da Escola Real de Mafra. Aprovada pelo Conselho Geral de Instrução Publica e publicada sob os auspícios de sua majestade el-rei D. Luiz I por Victorino João Carlos Dantas Pereira Fidalgo cavaleiro da casa real, cavaleiro da ordem militar de S. Bento de Aviz, bacharel em letras pela universidade de Paris, capitão de artilheria e diretor da Escola Real de Mafra. Lisboa: Imprensa Nacional, 1865. A sua atividade à frente do estabelecimento de ensino manteve-se até à morte, ocorrida a 5 de setembro de 1867"

[ Notas extraídas do trabalho de Francisco Topa e Tânia Solano Ardito publicado on line, aqui]



• Atividade administrativa: Comissão preparadora dos produtos para a História Natural, nomeada, em 1850, em Cabo Verde.
Presidente por Brava (ver figura ao lado, composta por recortes da circular n 67, publicada no nº 20 do Boletim Oficial do Governo Geral de Cabo Verde em 18 de maio de 1850)

NB: No recorte junto, todos os assinalados figuram em páginas próprias neste site genealógico.


imagem

Victorino teve uma relação com Isabel Maria da CONCEIÇÃO. (Isabel Maria da CONCEIÇÃO nasceu em Ilha Brava, Cabo Verde e faleceu em †.)


imagem

Victorino a seguir casou com Gertrudes Maria Spencer de OLIVEIRA, filha de Domingos José Gomes de OLIVEIRA e Constantina da LOMBA, em São João Baptista, Ilha Brava, Cabo Verde.1 (Gertrudes Maria Spencer de OLIVEIRA nasceu a 19 Mar 1827 em São João Baptista, Ilha Brava, Cabo Verde 4, baptizado a 1 Abr 1827 em São João Baptista, Ilha Brava, Cabo Verde e faleceu a 5 Out 1891 em Rio de Janeiro, , Rio de Janeiro, Brasil.)


Símbolo  Notas sobre o casamento:

em 2ªs núpsias.

imagem

Victorino teve uma relação com Ana Joaquina FERNANDES. (Ana Joaquina FERNANDES nasceu em 1822 na Nova Sintra, Ilha Brava, Cabo Verde 5 e faleceu em †.)


imagem

Fontes


1 Jorge FORJAZ, Genealogia das ilhas do Fogo e Brava e de Bisssau - Subsídios, 2 volumes (Ponta Delgada, Açores, Portugal: Letras LAVAdas, 2019), vol. 1: pg. 257.

2 Portugal, "Lista Geral dos Oficiais e Empregados da Marinha e Ultramar - Novembro 1850," pg. 100.

3 Portugal, "Lista Geral dos Oficiais e Empregados da Marinha e Ultramar - Novembro 1850," pg.108.

4 Jorge FORJAZ, Genealogia das ilhas do Fogo e Brava e de Bisssau - Subsídios, 2 volumes (Ponta Delgada, Açores, Portugal: Letras LAVAdas, 2019), vol. 2: pg. 206.

5 "Divulgados por FamilySearch," registo nº 3 da filha Mariana; Arquivo Nacional de Cabo Verde, Praia; cique aqui

"Cabo Verde, Registros Paroquiais, 1787-1957," database with images, FamilySearch (https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:3QSQ-G924-279N?cc=2246703&wc=SFVJ-GP6%3A1396419903%2C1396422601%2C1396460941 : 23 October 2014), Santiago > Nossa Senhora da Graça > Matrimônios 1864-1881 > image 18 of 97; Arquivo Nacional de Cabo Verde (Cape Verde National Archives), Praia.

Esclarecimentos do administrador deste site genealógico:

1) Por falta de um contacto (ou algumas vezes por descuido), não me foi possível pedir às pessoas a devida autorização para divulgar seus dados e/ou fotos neste site. A estas pessoas apresento desde já desculpas pelos eventuais constrangimentos causados por este procedimento, que não foi por indelicadeza, mas sim e apenas com intuito académico. Assim, aos que não desejariam conceder tal autorização, peço o favor de me contactarem com instruções a respeito (endereço electrónico incluso nesta página).

2) Este site tem também o propósito de recolher dados e correcções que permitirão aperfeiçoar o trabalho de pesquisa, pois certamente há de conter imprecisões. Assim, contamos consigo, e se quiser comentar ou solicitar o retiro, acrescento ou a troca de dados, documentos ou fotografias, sinta-se livre para me contactar (e-mail a seguir). Em muitas páginas não se encontram listados todos os filhos da pessoa apresentada. Nada impede de virem a ser paulatinamente acrescentados à medida que informações fidedignas nos forem fornecidas.

3) Em genealogia, os apelidos (sobrenomes) provenientes dos maridos das senhoras casadas, são omitidos nos nomes delas. Uma das razões: não criar dificuldades nas pesquisas em registos de nascimento.

4) Os nomes seguidos de um asterisco (*) são os dos ascendentes diretos de Jorge Sousa Brito. Assim, ao navegar a partir de um nome em linha ascendente e encontrar um nome com (*), saberá que este é dum antepassado comum de JSB e do portador do nome donde partiu.

5) Fotografias originais degradadas e/ou não a cores, vão sendo, após tratamento com ajuda de programas baseados em Inteligência Artificial, paulatinamente substituídas por versões com maior nitidez, tornadas coloridas e restauradas.

6) Nomes seguidos de um ® estão retratados por uma fotografia, uma pintura, um desenho, uma caricatura ou uma escultura de seu portador

7) A todos os que quiserem colaborar na construção desta árvore, convido igualmente a enviar informações, ficheiros e fotos para:

Emailjorsoubrito@gmail.com.

Pode procurar outros eventuais nomes nesta árvore utilizando a "box" a seguir:




Sumário | Apelidos | Lista de nomes

Esta página Web foi criada a 13 Jun 2024 com Legacy 9.0 de Millennia